20/04/2011 Marcinha 3Comentário(s)

 

“Nos conhecemos na noite do dia 30 de abril de 2005 na boite Nuth na Barra da tijuca. Eu sempre disse a mim mesma que boite não era lugar pra se encontrar um cara sério, muito menos um candidato a marido… Mas o destino quis assim…

Fui com mais duas amigas e através do irmão do amigo da minha amiga conheci o Cláudio (rsrsrsrs). Eu fui com a promessa de ter acesso fácil na Nuth, que naquela época era super disputada e tinha uma longa fila de espera… O amigo da minha amiga nos colocaria “pra dentro”. O Cláudio foi com a promessa de conhecer “umas garotas” que o irmão do amigo dele ia levar… Pois é… Foi nesse arranjo meio esquisito que me apresentaram o Cláudio. Ele disse que se encantou com o meu sorriso logo que me viu. Eu confesso que não levei o Cláudio a sério naquele dia, 39 anos, solteiro, sem filhos, um gato…. tava bom demais pra ser verdade. Tinha que ter alguma coisa errada né? Nesse dia apenas trocamos telefones… Nos encontramos novamente durante a semana e combinamos de nos ver no final de semana, quando então eu resolvi “testar” o Cláudio pra saber se ele era um cara legal ou se estava só a fim de se dar bem…rsrsrs. Falei, cheia de autoridade, que não estava pra brincadeiras e  que queria saber dele como ficaria nossa “situação”. E o Cláudio com seu jeito calmo simplesmente me disse que gostaria que estivéssemos namorando. Simples assim.

Foi assim que uma semana depois do dia que nos conhecemos estávamos namorando…

Logo no  início do namoro, menos de 1 ano,  o Cláudio me pediu em casamento. Mas eu achei muito cedo, ainda não estava segura de tomar a decisão e tal… o tempo foi passando, e eu passei a ter certeza de querer ficar com ele. Conversei com ele sobre casamento .Mas aí foi a vez dele achar que poderíamos esperar mais um pouco e tal…  essa nossa enrolação durou 4 anos, quando decidimos ficar noivos. Nos demos conta que estávamos fazendo muitos planos envolvendo filhos, futuro, etc…. E achamos que seria a hora certa. Foi uma decisão dos dois e não um pedido formal.

O nosso relacionamento é marcado por muito companheirismo. Nesses 5 anos tanto eu como o Cláudio passamos por momentos difíceis e a companhia um do outro foi fundamental na superação desses momentos. Mas tem uma história que marca o nosso relacionamento. Antes de conhecer o Cláudio. Mais precisamente 2 meses antes. Eu tive um sonho. Sonhei com uma menininha, bebê, que me dizia pra não ficar triste , pq eu só iria ficar sozinha por mais 2 meses. E deram exatos 2 meses e eu conheci o Cláudio. Hoje nós fazemos planos de ter filhos com a certeza de que um dia essa mesma bebezinha virá pra nós…”

Beijos  Danielle

 

Foto: Juliana Pessoa

3 comentários em “Danielle e Cláudio

  1. Márica, que emoção!!!!! Ler nossa própria história foi mágico e nos emocionou demais! Adoramos!!
    Bjs Dani e Cláudio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.